Desde 1999 divulgando sua empresa!

Adote um Gatinho
Contatos: Para pedir ajuda para gatinhos abandonados, escreva SOMENTE para:
resgates@adoteumgatinho.org.br Se deseja falar sobre outro assunto ou não teve sua dúvida solucionada no nosso FAQ, escreva para:
informacoes@adoteumgatinho.org.br www.adoteumgatinho.org.br
"O Adote um Gatinho surgiu em janeiro de 2003, sem querer, quando as fundadoras Susan Yamamoto e Juliana Bussab se voluntriaram para ajudar alguns gatos de um parque, em São Paulo, e se conheceram. Elas perceberam que tinham algo que as unia: a vontade sem fim de ajudar os animais abandonados.
Por alguns anos elas permaneceram sozinhas, levando os gatinhos para suas casas, batalhando doações e lares para eles. Foram anos difíceis, sem estrutura, sem dinheiro mas com muita garra. Até que em 2006 um grupo de pessoas que acompanhava o trabalho das duas se ofereceu para unir forças e trabalhar como voluntários. No ano seguinte, o “grupo Adote um Gatinho" se oficializou como a "ONG Adote um Gatinho".
Apesar de a AUG hoje ser considerada a maior ONG de resgate e doação de gatos do Brasil, ainda lutamos com dificuldade para sustentar os nossos animais e continuar resgatando outros das ruas. Em todos estes anos de existência ainda não conseguimos o nosso primeiro patrocínio e vivemos graças à ajuda de muita gente bacana, pessoas comuns, que apreciam o que a gente faz.
Na medida do possível, a gente procura ajudar o maior número de bichinhos. Todos passam por consulta veterinária e são tratados, vermifugados, vacinados e castrados antes de serem colocados para adoção.
Não parece muito difícil, né? Mas é! Porque cuidar de gatos não é só fazer cafuné e dar ração. Os animais chegam da rua judiados, subnutridos, amedrontados, deprimidos e doentes. Muitos não comem sozinhos ou precisam de medicação várias vezes ao dia.
Às vezes desanimamos, choramos, enfiamos a cara no travesseiro porque é muito difícil lidar com o sofrimento de seres indefesos e com o pior lado do ser humano - aquele que abandona, que finge que não vê, que prefere largar animais à própria sorte ou empurrar "o problema" pra gente. Mas olhamos para trás, enxugamos as lágrimas, respiramos fundo… vemos que já conseguimos encaminhar milhares de gatinhos, que hoje dormem quentinhos na cama com seus donos, e juntamos forças para seguir em frente.
Valeu e está valendo a pena! NOSSO OBJETIVO O Adote um Gatinho busca lares para gatos encontrados abandonados na Grande São Paulo e também trabalha para conscientizar as pessoas sobre a importância da castração e posse responsável. Gatas dão cria até 4 vezes por ano, a partir dos 5 ou 6 meses. Com a castração, reduzimos a quantidade de animais passando frio, fome e sendo maltratados nas ruas.
O Adote um Gatinho está em São Paulo - SP. Os animais ficam abrigados na nossa sede e também nas casas dos voluntários.
NÃO recolhemos ou resgatamos animais que estejam além de nossa capacidade. Hoje o AUG abriga 400 gatos. POLÍTICA DE ADOÇÃO Os gatinhos recolhidos pelo Adote um Gatinho vêm todos da rua.
Quase todos chegam doentes, assustados, sujos e com muito medo.
Na rua, eles experimentam do pior: desde a dor de serem abandonados por aquela pessoa em quem confiavam, até maus-tratos e envenenamentos.
Infelizmente, no Brasil o preconceito em relação aos gatos ainda é muito grande.
Todo mundo já ouviu histórias de alguém que envenenou, atropelou de propósito, deu tiros de chumbinho, soltou o cachorro em cima, etc.
O gato ainda é um animal muito incompreendido. Mal sabem estas pessoas ignorantes o quanto é gostoso ter um gatinho em casa e o quão fiel e companheiro ele pode ser. Sempre dizemos: quem não ama gatos nunca conviveu com um.
Nosso grande objetivo é encontrar pessoas dispostas a amar nossos gatinhos. Pessoas que os acolham como filhos, que lhes ofereçam tratamento veterinário quando necessário e lhes dêem um lar seguro.
Na nossa opinião, lugar de gato é dentro de casa.
Fazemos uma visita na casa dos adotantes antes da entrega dos gatinhos para verificar se tudo está de acordo.
Buscamos apartamentos ou casas com telas fixas em todas as janelas, varandas, sacadas, vitrôs e basculantes. Não aceitamos telas removíveis de nenhum tipo. As telas devem ser próprias para gatos, ou seja, com trama de no máximo 5 cm.
É importante que os ganchos que fixam as telas sejam colocados a uma distância aproximada de 20 a 25 cm para evitar a formação de “barrigas” no fio que corre em volta. TIPOS DE TELAS ACEITOS: - De polietileno de alta densidade (polímero conhecido pela sigla PEAD). Suporta 500/600 kg de impacto por m². Essa rede possui “nós” entre as malhas.
- De aço ou metal;
- Alambrados fabricados em arame galvanizado (podendo ser revestido em PVC ou não).
- Do tipo galinheiro ou pet screen (desde que fixas, ou seja, chumbadas nas paredes). Validade: as telas de polietileno, galinheiro ou pet screen devem ser trocadas a cada 5 anos. No caso das casas, além do perigo das quedas, há também o perigo de fugas. É preciso ter muros altos, ou telas, ou dar algum jeitinho de eles não escaparem. Se necessário, modificar a estrutura da casa. Sim, porque gatos escalam tudo com a maior facilidade, e se bobear, eles saem para a rua num instante.
Na rua, além de serem alvo de acidentes e crueldades, eles também podem pegar doenças de outros animais. Existem doenças, como a FIV (aids), FELV (leucemia) e PIF (peritonite infecciosa felina), que são incuráveis.
Se você não pode ou não quer prender o gatinho dentro de casa, recomendamos optar por outro animalzinho de estimação, como cachorros, que não escalam, nem pulam muros. Ficam para dentro do portão, longe dos perigos.
Estatísticas mostram que gatinhos que saem para a rua vivem em média 3 anos e gatinhos que ficam para dentro vivem 15.
No interior, na praia, em cidades tranquilas, gatinhos podem viver muitos anos passeando por aí. Mas em São Paulo, cidade grande, a chance de o pior acontecer logo é muito grande.
Gatos se adaptam muito bem ao espaço que lhe é oferecido, por isso não ache que é "maldade" deixar o gatinho do lado de dentro.
É um direito seu não concordar com nossa opinião sobre a qualidade de vida dos gatinhos. Neste caso, pedimos apenas respeito.
Não é de nosso interesse segurar a adoção dos gatinhos quando eles precisam de um lar.
Isso não quer dizer que você seja má pessoa ou que não saiba cuidar de um gatinho. Se a adoção é negada é porque julgamos melhor para o gatinho. Você pode adotar um gatinho com outras entidades, em sites de doação, feirinhas e outros locais. E cuidar dele como achar melhor.
Se você mora em apartamento ou casa todos os ajustes e instalações devem ser feitos antes da adoção.
Sim, fulano conhece alguém que tem um gato de 10 anos que nunca pulou. Gatos têm temperamentos diferentes e não gostamos de dar sorte para o azar. A maioria um dia escorrega ou se empolga com um passarinho, cai e morre.
Gastamos fortunas com tratamentos, vacinas, castrações, nos apegamos a eles e os tratamos como nossos filhos. Para a gente, eles não são um número, cada gatinho tem muito valor.
Já sofremos bastante com algumas adoções "erradas" no início de nosso trabalho e, podemos até pecar por excesso de zelo (e às vezes pecamos mesmo, infelizmente), mas é por amá-los demais que nos tornamos tão criteriosas.
Por se tratar de um site de adoção GRATUITA, muita gente nos ofende, pensando que estão nos fazendo um favor em adotar os gatinhos e que temos obrigação de doá-los para quem os queira.
Não é assim que encaramos.
Não temos pressa. Prezamos pela qualidade ao invés da quantidade de gatinhos adotados. Requisitos para adotar um gatinho do Adote um Gatinho: 1) morar em casa ou apartamentos "seguros"
2) ter condições financeiras para arcar com veterinário e ração de boa qualidade Também poderão ser analisados itens como alergia, gravidez, crianças em casa, outros animais em casa, o tempo em que o animal ficará sozinho durante o dia, etc..
Lembramos que cada gatinho tem um temperamento diferente e que procuramos adequar as necessidade de cada animal às necessidades dos adotantes."
SIGA-NOS
CONTATOS Telefone: (21) 4126-8575 / 4126-8576
Fax / Atendimento Eletrônica: (21) 2233-1493
E-mail: comercial@wordbrasilmkt.com.br
Todos direitos reservados a
F.Schiller Empreendimentos e Participações Ltda.
CNPJ: 03.402.105/0001-65
Desenvolvido por Word do Brasil Ltda.
Comunicação & Marketing - CNPJ: 03.402.046/0001-25